SANTA MISSA




1 - SENHOR AMADO

Para os tempos que estavas no mundo
Mandaram te chamar
Na casa da Mãe Santíssima
Para ti, para ti apresentar

Senhora Mãe Santíssima
Eu vim me apresentar
Atender Vosso chamado
Que Vós me, que Vós me mandou chamar

Te apresenta ao Vosso Pai
Foi quem mandou te chamar
Teu tempo completou
Que é para ti, que é para ti te apresentar

Oh meu Senhor amado
Eu vim me apresentar
Atender Vosso chamado
Que Vós me, que Vós me mandou chamar

Confessa os teus crimes
Do mundo de ilusão
Que é para ver se eu posso
Para ver se eu posso,
para ver se eu posso dar o perdão

Os tempos que eu estive no mundo
De Vós, Senhor, nada me faltou
Só eu tanto ofendi
Tanto ofendi,
tanto ofendi a Vós Senhor

Os tempos que eu estive no mundo
Com a proteção de Vós, Senhor
Só eu tanto ofendi
Tanto ofendi,
tanto ofendi a Vós Senhor

Oh meu Senhor amado
Soberanitíssimo Senhor
Só eu tanto ofendi
Tanto ofendi,
tanto ofendi a Vós Senhor
Só eu tanto ofendi
Tanto ofendi
e me perdoai, Senhor


2 - DOIS DE NOVEMBRO

A tua alma entrega a Deus
E o teu corpo à terra fria
Jesus te acompanhe
Junto com a Virgem Maria

Tu pedes aos teus amigos
Pelo nome de Jesus
Que te rezem umas preces
Lá no pé da Santa Cruz

Tanto anos que vivestes
Agora vai se retirar
Vai atender ao nosso Pai
Foi quem mandou te chamar

Aqui achou, aqui deixou
Levas contigo o amor
As portas do céu se abrem
Para quem for merecedor


3 - ROGATIVO AOS MORTOS

São doze horas da noite
Meu irmão se mudou
O sono da eternidade
Deus do céu quem te chamou

Uma hora da madrugada
Meu irmão se mudou
O sono da eternidade
Deus do céu quem te chamou

Duas Horas da madrugada....

São três horas da madrugada...

Quatro horas da madrugada...

Cinco horas da manhã...

São seis horas da manhã...

São sete horas do dia...

São oito horas do dia...

São nove horas do dia
Meu irmão se mudou
O sono da eternidade
Deus do céu quem te chamou

Tantos anos que vivestes
No mundo da ilusão
Eu rogo a Deus do céu
Que te dê o Santo perdão

A divina estrela vem
Para ir te alumiar
Eu rogo a Deus do céu
Que te bote em bom lugar

A virgem Senhora vem
Para ir te acompanhar
Eu rogo a Deus do céu
Que te bote em bom lugar


4 - MÃE CELESTIAL

Eu peço e rogo
Oh Mãe Celestial
Que tudo enquanto eu tenho
É Vós é quem me dá
Oh Mãe Celestial

Eu peço e rogo
Oh Pai Celestial
Que tudo enquanto eu tenho
É Vós é quem me dá
Oh Pai Celestial

Eu peço e rogo
Oh Mãe Celestial
Que te dê a salvação
E te bote em bom lugar
Oh Mãe Celestial


5 - EQUIÔR, PAPAI ME CHAMA

Equior Papai me chama
Equior perante a Si
Equior Papai me diz
Equior eu sou feliz

Equior Mamãe me chama
Equior Mamãe me dá
Equior Mamãe me ensina
Amar a quem eu devo amar

Eu vivo neste mundo
Com prazer e alegria
Viva Deus no céu
E a Sempre Virgem Maria

Jesus Cristo é o nosso Pai
De grande consolação
Ajudai-me neste mundo
E no outro a salvação


6 - TODO MUNDO QUER SER FILHO

Todo mundo quer ser filho
De Deus da criação
Por quê que tu te esquece
De rezar para o teu irmão

Meu irmão que se mudou
Saiu com alegria
Eu rogo a Deus por ele
E a Sempre Virgem Maria

Jesus Cristo Redentor
Eu peço o meu perdão
Que eu nunca mais hei de esquecer
De rezar para o meu irmão

Meu irmão que já saiu
Do mundo do pecado
Eu rogo a Deus do céu
Que ele seja perdoado


7 - SENHORA MÃE SANTÍSSIMA

Senhora Mãe Santíssima
O Vosso Filho Ela mandou
Está na frente da estrada
Para quem lhe acompanhar

Para quem lhe acompanhar
Com fé e alegria
Para a santíssima casa Dela
Ela espera todo dia

Ela espera todo dia
O Divino Pai chamar
Para a santíssima casa Dela
Todos filhos lá chegar

Todos filhos lá chegar
E Ela a todos receber
Para dar a Santa Glória
Àqueles que merecer


8 - OH MEU PAI ETERNO

Oh meu Pai Eterno
É Soberano Senhor
É Rei no céu e na terra
Um Pai Criador

Oh Virgem Mãe
É Soberana Senhora
Rainha no céu e na terra
Oh Mãe Criadora

Oh meu Pai Eterno
É Soberano Senhor
Me perdoai os meus pecados
Oh Pai Criador

Oh Virgem Mãe
É Soberana Senhora
Me perdoai as minhas culpas
Oh Mãe Poderosa

Oh meu Pai Eterno do céu
Jesus Cristo Salvador
Nasceu da Virgem Maria
Sofreu por Vosso amor


9 - DESPEDIDA

Me depeço meus irmãos
Porque vou me apresentar
Vou alegre e satisfeito
Para meu Pai me consolar

Eu vou com muita alegria
Porque Mamãe me chamou
E quem me deu esta verdade
Foi o nosso Pai Criador

Eu não posso vos levar
Porque não tenho poder
Para seguir a verdade
É preciso compreender

Para não seguir a verdade
Não é preciso rezar
E todos nós temos a certeza
Deste mundo se ausentar


10 - PISEI NA TERRA FRIA

Pisei na terra fria
Nela eu senti calor
Ela é quem me dá o pão
A minha Mãe que nos criou

A minha Mãe que nos criou
E me dá todos ensinos
A matéria eu entrego a Ela
E o meu espírito ao Divino

Do sangue das minhas veias
Eu fiz minha assinatura
O meu espírito eu entrego a Deus
E o meu corpo à sepultura

Meu corpo na sepultura
Desprezado no relento
Alguém fala em meu nome
Alguma vez em pensamento
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário