Fonte de Saber



01 Fonte de Saber

Vou seguindo o meu caminho 
Vou plantando os meus ensinos 
Para quem quiser colher 
Quem não sabe o que precisa 
Vai seguindo em sua lida 
E eu nada posso fazer 

 Vou ficando bem quietinho 
Examinando este caminho 
Ver se consigo aprender 
É a Doutrina quem me indica 
O lugar aonde fica 
Essa Fonte de saber 

 Nos meus passos eu tropeço 
Mas a Deus eu sempre peço 
Para me habilitar 
Peço Força, peço Força 
Peço que Ele me ouça 
Venha aqui me libertar




02 Nasimento

Aos meus pequeninos
Que Deus abençoe
As almas que manda
Para sua escola

Neste planeta
O globo terrestre
A dor é a peste 
Que a todos assola

Mas vamos crescendo
Apanhando e errando
E se graduando
Nesta caminhada

E vão se esquecendo
Na dor  do momento
Quue estas são dores
Do seu nascimento




03 Eu venho da Primavera

Eu venho da primavera
Estou enxergando o meu jardim
Meu jardim tem flores de ouro
Que flores tão bonitas
Do meu passarinho

Passarinho bateu asas e vou
Sentou no Salvador
Eu sou pequenininho
Eu sou da paz e do amor

Canarinho bateu asas e voou
Procurando a luz do amor
É por isso qu e eu acredito
Na luz do Salvador

 amor ele é divino
É do Pai superior
Sou de Deus, eu acredito
No Salvador

Vou seguindo a minha viagem
Meus irmãos eu quero a paz
A paz ela é divina
É de Deus superior

É por isso que eu acredito
No jardim do beija-flor
O beija-flor ele é divino
É do meu Mestre ensinador

Vou levando as três bandeiras
Aqui eu dou louvor
Vou levando as três bandeiras
Aqui eu dou louvor




04 Força dos Oixás

Força das Águas
Forças do Oriente
Força das Matas
Força dos Orixás

Força de tudo
Que principia o Universo
Que é pra tudo eterno
Que vem para curar

Força dos Ventos
Que corre pelas matas
Leva a escuridão
Deixa o sol iluminar

Todos têm um Mestre Curador
Ensina os teus irmãos
A s curar, no Criador
Orixás são muitos e são linods
Trabalha em seus Hinos
Para eles te ajudar

Força dos Hinos
Que vem curar
Espalha a alegria
para a todos encantar

Força dos Ventos
Força das Águas
Força das Matas
Força de Oxalá




05 Em Primeiro Lugar

Aqui me apresento
para declarar
O Mestre está
Em primeiro lugar

A Rainha é a chave
É a luz do salão
Trouxe este presente
Do Rei Salomão

Princesas do vento
Princesas do mar
Trazendo o alento
Ensinando a curar

A primeira lição
É o amor de mamãe
Que entregou a doutrina
A Juramidam

Receba essas prendas
Que vêm do astral
Do amor da Mãe
Que é Luz de Cristal

Tanta disciplina
Que faz merecer
Mas agora entenda
A luz é você

Recebendo a chave
Desta instrução
Proclame a mensagem
A todos irmãos

Anunciando a todos
Que aqui passar
O caminho de estrelas
Que vem trilhar

Seguindo o mestre
Em primeiro lugar
Abriu a legião
Do comando solar

No astral te encontrei
Mostrando a direção
E espalhando a luz branca
Por todo salão



06 Filha de Maria

Nesta doutrina que me dedico
Estou firmada em Jesus Cristo
Minha Mãe, minha Mãe querida
Sou feliz por ser sua filha

Minha Senhora de Aparecida
Vós sois a luz da minha vida
Eu peço e rogo em Seu nome
Por piedade nos dá saúde

Aqui cheguei, me apresentei
Nas Sua luz pro Cristo Rei
Eu peço força pra caminhar
Com meu Jesus a me guiar

Aqui estamos a festejar
O dia em que nos encontramos
Minha Senhora de Aparecia
Tomai nas mãos a minha vida

Eu agradeço é com amor
Por tudo que nos enviou
A paz na Terra e a harmonia
E a união de toda a família




07 É Luz

É luz, é luz, é luz
É luz, é luz, é luz
Oh filha por favor
Escutai o meu clamor

É flor, é flor, é flor
É flor,é flor, é flor
Tu és uma linda flor
Do jardim do Imperador

Cristal, cristal, cristal
Tão lindo e precioso
Encontre o teu brilho
Dentro do jardim formoso

Oh filha, oh filha, oh filha
Escutai o meu chamado
E louve a tua vida
Para o teu pai adorado

É luz, é luz, é luz
É luz, é luz, é luz
Oh flor ! Oh linda flor
Escutai o meu clamor

Te livra da cobiça
Dentro da tua vida
Tu és a minha rosinha
Filha da nossa Rainha

É luz, é luz, é luz
É luz, é luz, é luz
Oh filha, por favor
Escutai o meu clamor

Eu sou o Sol Dourado
O seu pai adorado
Te entrego este canto
Eu Sou o seu Mestre, Lanto

Venha se banhar
Na chama Dourada entrar
Largai o sofrimento
Fraqueza no pensamento

Procure a verdade
Somente a verdade
Que eu com minha luz
Te guio nesta viagem

É luz, é luz, é luz
É luz, é luz, é luz
Oh filha por favor
Escutai o meu clamor

Agora siga em frente
E limpai a sua mente
Recite com vigor
Eu Sou, Eu Sou, Eu Sou !




08 Pena Branca

Eu sou Caboclo Pena Branca
Eu sou
Eu vim
Para curar neste terreiro do amor

De águia
Minha visão e minhas penas
Amor num coração que não condena

Na paz eu faço o meu trabalho
De entrega através do Divino encarnado

Amor em abundância em todo coração
Prezar no trabalho pela cooperação
Forfando unidade dentro da corrente
Limpando todo coração e toda mente

E é aqui  neste terreiro
Na Santa Doutrina de Deus verdadeiro
Que venho aqui me apresentar
E cumprir minha missão
De aqui bem trabalhar




Falange de Ogum da Beira-Mar

Ouvindo os conselhos de Ogum da Beira-Mar
Eu chamomos meus caboclos para vir me ajudar
Cabocla Rosa Branca o seu ponto vem riscar
Trazer sua firmeza para eu poder trabalhar

Eu chamo meus Erês, minhas caboclas de Iansã
Baiano, Preto Velho no comando de Nanâ
Guerreiros, Justiceiros, este terreiro vem limpar
Na força da falange de Ogum da Beira-Mar

Se eu caio, se eu tropeço, se um crime eu cometí
Eu peço a essa falange para eu me redimir
Cumprir o meu serviço ainda nesta encarnação
Deixar vossos conselhos para todos meus irmãos

A estrela que me guia para onde eu estou indo
Me envia esses caboclos que estão me conduzindo
seguindo passo a passo vossa orientação
Coragem e paciência, eu aprendo a lição

Merece essa graça não sou eu que qualifico
Xangô quem me assiste me indica onde eu fico
Aqui neste  lugar aonde eu posso destrinchar
A luz desses caboclos para eu me libertar




10 Mãe d'água

Êh ! Mãe D'água
Êh ! Mãe D'água
Eu vou chamar Estrela D'água
Eu vou chamar Estrela D'água

Êh ! Mãe D'água
Êh ! Mãe D'água
Mergulhando na imensaidão
Aonde habita São João

Êh ! Mãe D'água
Êh ! Mãe D'água
As suas águas vem lavar
Junto com as Princesas do Mar




11 Nas árvores do Meu Jardim

Eu peço a Virgem Maria
Minha Mãe vem me ajudar
A seguir neste caminho
Onde eu comecei a trilhar
Me estenda a vossa mão
Para que eu poça segurar
Eu sou muito pequenininha
E neste caminho sozinha
Tenho medo de andar

A subida é muito longa
Sei que o fardo vai pesar
Os meus passos são curtinhos
Não me deixe fracassar
Seguro firme em vossa mão
Para que eu poça me firmar
Eu ando devagarinho
Sou um simples passarinho
Me ensine a voar

Bater asas é muito fácil
Para quem só pensa em brincar
Para levantar vôo deste chão
Muto leve é preciso estar
Jogue fora todos estes fardos
Que no teu coração faz pesar
Nestes fardos só tem espinhos
Que ao longo deste caminho
Tu deixou te acompanhar

Todos têm o seu livre arbítrio
Para pedir e o reclamar
Quem quiser fazer o seu ninho
Da tua árvore tem que cuidar
A semente em ti já plantei
Para que tu possa germinar
Rega ela de coração
Com as águas(s) lá do Jordão
Que os teus olhos fazem brotar

Te entrego este bastão
Para que dele possa zelar
De mãos dadas com teus irmãos
Neste caminho possam voar
Voa baixo, não voa alto
Para não cair e se machucar
Nas árvores do meu jardim
Venha constrir o teu ninho
Com as flores que eu vou te dar




12 Linha de Cura

Eu digo aos meus irmãos
Nessa linha de cura
Aos de corações puros
Não existe linha dura

Eu nasci neste mundo
Nele vou padecer
Mas nesse meio tempo
Aproveito pra crescer
Essa linha de cura
Mamãe foi quem me deu
Nas obras deste Mestre
Preto Velho Irineu




13 Alquimia

Fortaleza medicina sagrada
Ayahuasca é divinal

Sou Ayahuasca e venho trazendo a cura
Que o meu pai Ordenou

Levando meus filhos no astral
Ayahuasca aqui estou

Invocando a força de cura
Do Arcanjo Miguel

Limpando nossos quatro corpos
Para adiante caminhar

Me fortaleço de corpo e espírito
Libertando o poder da ação

Apagando os maus do passado
Com os raios dourados de luz

Alquimia divina celeste
Em santo daime e transformou

Saúdo aqui todos anjos
Na presença de Juramidam




14 O Amor é a Dádiva Imperial

Vamos seguir firme batalhão
Dentro desta caminhada
Cada passo me colocando
Na corrente de Águia Dourada

Este hino vem do ventre
Da Mãe Terra com amor
Vem do vento nas montanhas
Vem das asas do Condor
Sob as montanhas sagradas

O sopro divino me levando
Para conhecer a natureza
Deixo que ele me leve
No jardim da beleza

Tudo o meu pai me mostra
Minha mãe me entrega a chave
Para quando chegar a hora
Eu encontrar a porta qu abre

Tenho paciência e tranquilidade
A isso eu dou valor
Ver com tanta humildade
Aqui na Terra o divino Amor

Esse Amor está no Universo
Em tudo meu pai plantou
16Que esta hora chegou

Vamos todos semear
Cantar, cantando com alegria
E dar viva a esta luz
Luz florescente que nos guia

É Nova Jerusalém
São os seres do astral
Só o bem com união
Que entra neste portal

Estão chegando esses dois seres
Na união celestial
Vêm a aguia e o condor
O amor é a dádiva imperial




15 Condor Blanco

Eu agradeço todas as curas
Que transpassaram este aparelho
Limpando as arestas, devolvendo ao centro
E afastando todo e qualquer relho

A minha cura é no amor
Na delicadeza e pelo perdão
Me colocando no lugar do outro
Em meu outro lugar e no do meu irmão

Voando alto sou Condor Blanco
Observando toda a criação
Eu sou um mastro e sou uma bandeira
Balançando ao vento com os meus irmãos




16 Luz do Sol

É a luz do sol
Que vem chegando para mim
Em seu castelo de marfim
O vosso brilho divinal

Eu aqui cheguei
Guiado por essa luz
Que coroou meu coração
Salve o meu Senhor Jesus

É a luz do sol
Este grande amor sem fim
Salve os anjos Querubins
E todos seres divinal




17 Perfume das Flores

No alto do Céu
Brilhou estrela

Veio pra dizer olhe para o seu irmão
Tente compreender a sua missão

Cabocla a suas ervas é de cua
E a sua flecha é de caçadora
Que vem quebrando a mata
Vem arrastando os galhos
Chega com seu laço
Desfazendo o atrapalho

Ela é caçadora
Caçadora da mata

Que caça zombeteiro
Sem ter dó nem piedade

Aqueles que merecem
Ela cura com as ervas
Aqueles que obedecem
Ela agradece com uma prece
Se tens amor no seu coração
Rende obediência ao Rei Juramidam

Sinta o perfume
O perfume das flores

É a Jupira que chega aqui para trabalhar
Vem do comando do nosso Pai Oxalá

No fio tem sete folhas
E cada folha é uma linha
Que tem a luz da floresta
Iluminando sua rainha
Que traz nas mãos as suas ervas
Com sua coral da sabedoria

Tu sois Rainha da natureza
Tens velocidade de uma flecha

Acertando o alvo no firmamento
Nos passando o seu conhecimento
Salve a cabocla
Que aqui vem pisando
Neste terreiro para chacoalhar
Trazendo a força na sua missão
Nos irradiando sua vibração




18 Coroa Estrelada

Ela é filha de Yemanjá
Odoce aba aê

Ela vem nas ondas do mar
Pisar na areia aê

Com seu canto vem me encantar
O seu brilho a me iluminar
Ela é sereia aê

Traz o amor da mãe geradora
Que alimenta, é protetora
Das criaturas aê

Janaina vem me lavar
Enfeitar de estrelas do mar
Vem me curar aê




19 A Lua

A Lua, a Lua
Ilumina a mata e o mar
És linda, és linda
Mistérios a revelar

Me ensina, me ensina
Me ensina a conectar
Com as forças divinas
Que faz tudo clarear

Me entrego na força
Para ela manifestar
E fluindo eu sinto
E posso realizar




20 Casa Reino do Sol

O meu Pai é soberano
A minha mãe é a Rainha
Na Casa Reino do Sol
Tenho o meu padrinho e minha madrinha

Nas preleções que eu ouço
Eu aprendo andar nesta linha
Com os ensinos do meu padrinho
E o amor da minha madrinha

Eu ando devagarinho
Mas eu não saio desta linha
Com o meu padrinho de um lado
E do outro lado a minha madrinha

Os ensinos que eu recebo
Do meu padrinho e da minha madrinha
Eles vêm lá do Reinado
Da Mãe soberana, a nossa Rainha

Eu convido os meus irmãos
Para comigo seguir nesta linha
Recebo os ensinamentos 
Do nosso padrinho e nossa madrinha

Para receber os ensinos 
Que vem do reino da nossa Rainha
É preciso estar bem presente
Ouvindo o padrinho e nossa madrinha

O Padrinho e nossa madrinha
São enviados da nossa Rainha
E na Casa Reino do Sol
Reflete a luz da nossa Rainha
E o amor do Pai soberano
Com nosso adrinho e nossa madrinha




21 Sou Rosa Branca

Sou vendaval
Ventania de Yansã
Sou como um rio
No amor de Mãe Oxum
Sou profundeza
Em meu canto de Sereia
Odo ce yaba
Ora ye ye
Eparrey Oyá

Eu sou cabocla
Venho para perfumar
Sou uma rosa
Vim da mata e vou pro mar
O meu perfume
Que o vento vem soprar
Vem defumar
Vem purificar
Com meu Pai Oxalá

Sou tua filha
Tua mãe e companheira
Eu sou cabocla
Estou no chão da cachoeira
Sou justiceira
Estou ventando na pedreira
Sou Rosa Branca
Entregue a este mar

Vou navegando
No barquinho do balanço
Vou balançando
Com amor vou me firmar
Com minha Mãe Yemanjá
Estou chegando
Sou cabocla de luz
Saúdo este congá




22 Mamãe na Guia

Sempre presente eu peço a Mamãe
Não me deixe esmorecer
Me dê firmeza, coragem e amor
Para neste caminho eu vencer

Nossa Senhora de Aparecia
Proteja nosso caminhar
Neste caminho de paz e amor
Sinto a força de Vós me guiar

O coração é firmado na luz
E os meus pés piso firme no chão
Agradeço a Papai e Mamãe
As flores bonitas do meu coração

As flores bonitas do meu coração
Vem do encontro com meus irmãos
Neste caminho de fé e amor
Que a Senhora nos apresentou

Vou seguindo e vou recebendo
Para um dia nós alcançar
Alegria, leveza e verdade
Fazem parte deste caminhar




23 Elos da Corrente

Invoquei a força da nossa mãe divina
Para assim, poder ver
Que o destino sublime de um eu pequenino
É romper e transcender

Ampliando a experiência da vida
Nos laços sagrados da união
Que juntos pavimentam estrada celeste
E uma só direção

Sempre avamte elos da corrente
Com disposição a se integrar
Nos 3 passos bailados que seguem e voltam
Como ondas no mar

Se enfrento batalhas na vida
E sou um alguém, o que sou eu ?
Todos somos filhos de uma força divina
Do infinito mistéio, que é Deus

O um é o todo e o todo e o um
O universo a se mostrar
No silêncio dos ciclos falando
Aos filhos que possam escutar

Com os irmãos ao meu lado
Unidos na força de um batalhão
Nesta escola que o mestre deixou
Para juntos seguirmos na missão

Braços dados elos da corrente
Na fé e intenção de setrabalhar
Nos 3 passos bailados que ligam
O céu, a floretsa, a terra e o mar
E o meu eu se dissolve na essência
De uma corrente solar
Como estrelas que formam galáxias inteiras
No infinito oceano Estelar




24 Força Guia

Chamo a força pra me inspirar
Ser águia que ensina minha alma a voar
A visão para me situar
Deste ponto em que estou não vou mais recuar
Deste abismo me ensina a saltar
Com as asas que coube a vós me entregar
O saber que pode me elevar
Mas amarras do medo podem me enroscar

Ne expansão do prtal que se abriu
Nesta força corrente que nos aderiu
Vou romper minhas limitações
Das amarras herdadas, contaminações
Vou olhando o cerne das questões
Que me prendem ao solo por muitas razões
Mas suave sei que vou voar
Despojando as couraças e leve pra amar

Voa Águia sê a guia
Me leve em companhia
Pra que eu me encontre um dia
No Amor




25 Cura do Beija-flor

O amor vem chegando
E quando ele chega
É devagar

Ele vem chegando
Como um beija-flor
E ele vem pousando
É de flor em flor

Cada flor
Que ele vem beijando
Vem se renovando
Em seu grande amor

Flor das Águas
Rainha Formosa
A firmeza de Rosa
É de encantar

Zum zum zum
É o som que cura
É energia pura
Que aqui pousou

Eu sei que ele chegou
Trazendo pra corrente 
As bençãos da Rainha

Eu agradeço 
A este Ser Divino
Que me alimentou

E ele vai voando
Em paz
Expandindo seu amor




26 O Sol, a Terra e as Borboletas

Foi na dança que fiz o Universo
Foi no canto que a vida soprei
Fiz a valsa entre o Sol e a Terra
Foi em dança que os rios ensinei

Foi em dança que os rios ensinei
É no canto que envio a Doutrina
Se você não souber atravessar
Venha que o vento te ensina

Estou contente e seguindo eu vou
Vou firmado na estrada do Amor
As borboletas que ainda encontrar
Vão comigo nas flores pousar

Vão comigo nas flores pousar
A mensagem é de amor e esperança
Se pra você o Caminho é batalha
Faz do Caminho uma dança





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário